"MY ASIAN MOVIES"マイアジアンムービース - UM BLOGUE MADEIRENSE DEDICADO AO CINEMA ASIÁTICO E AFINS!!!

quinta-feira, outubro 26, 2006

Jet Li (Biografia)
Jet Li nasceu em Pequim a 26 de Abril de 1963 sob o nome de Li Lian Jie.
Com apenas dois anos anos ficou órfão de pai, tendo os seus professores assumido um papel importante no seu desenvolvimento pessoal. Quando Li tinha oito anos, o seu professor de Educação Física apercebeu-se do potencial físico do rapaz e recomendou que este fosse estudar para a Escola Nacional de Desporto Amador, situada em Pequim, por forma a que Li pudesse iniciar-se na disciplina marcial do "Wushu", modalidade que constitui o desporto nacional da nação chinesa.
Nesta academia ficou sob a orientação do conceituado mestre Wu Bin, estudando disciplinas convencionais durante o dia, e praticando intensivamente "Wushu" pelo fim da tarde e noite.
Wu Bin ficou impressionado com o esforço, o querer e a abnegação do jovem Li, mas estranhamente os seus golpes não eram suficientemente fortes. Não tardou muito que o mestre descobrisse o que se passava. Anos antes a avó de Li tinha adoecido devido à ingestão de carne, e aconselhada a tornar-se vegetariana. A família decidiu seguir o mesmo regime alimentar, em parte por solidariedade com a matriarca, mas sobretudo pela extrema pobreza económica, que os impedia de ter uma alimentação saudável e equilibrada.


"Jet Li e a esposa Nina Li"
Em ordem a melhorar a alimentação de Li, Wu Bin forneceu durante anos alimentos à família daquele. Os resultados aos poucos apareceram, com Li a ficar dotado fisicamente para uma séria prática de artes marciais.
Após três anos na escola, com onze anos de idade Li vence os campeonatos nacionais na sua categoria, feito que viria a repetir cinco vezes consecutivas.
Foi admitido na equipa profissional de "Wushu" de Pequim, tendo feito exibições em mais de quarenta países, incluindo os E.U.A., onde actuou na Casa Branca perante o presidente de então, Richard Nixon, e o famoso secretário de estado Henry Kissinger. O seu brilhante estilo pessoal, tanto de mãos nuas, como no manejo da espada e da lança, impressionou peritos em artes marciais de todo o mundo.
Ainda adolescente, Li torna-se instrutor de artes marciais, tornando-se inevitável a entrada no mundo do cinema.
Em 1982, estreia-se em "Shaolin Temple", num papel de um jovem que aprende "Kung-Fu", vinga-se dos assassinos do pai e salva o imperador. O filme com várias cenas filmadas no próprio mosteiro de Shaolin, foi bastante aclamado e teve direito a duas sequelas que igualmente partilharam de grande sucesso.
Apesar deste êxito inicial, o meio dos anos 80 foi complicado para Li. A sua estreia como realizador em "Born to Defend" não foi afortunada, tendo a película redundado num fracasso de bilheteira e os filmes seguintes passaram relativamente despercebidos. Posteriormente o seu casamento com Huang Qui-Yan, uma colega da equipa de "Wushu", que levou ao nascimento de duas meninas, falhou e o divórcio foi inevitável. Os rumores na altura passavam por explicar o fracasso nupcial devido a um suposto romance que Li teria mantido com Nina Li-Chi, tendo ambos os actores sido protagonistas de "Dragon Fight". O que é certo é que Li muitos anos mais tarde (1999) viria a casar com Nina, união que se mantém até hoje e da qual nasceu uma filha.
Jet Li precisava de um novo fôlego na sua carreira cinematográfica, e mudou-se para Hong Kong. Em boa hora o fez, pois protagonizou o épico e lendário filme "Era Uma Vez na China" de Tsui Hark. A figura de Wong Fei-Hung, talvez o mais popular herói de artes marciais da China, foi brilhantemente interpretada por Li, e com certeza ninguém se esquecerá das excelentes cenas de luta presentes, assim como da comicidade constante no romance entre Li e Rosamund Kwan. As duas sequelas seguintes não ficariam atrás em termos de popularidade.
Li agora estava em alta. "Swordsman II" constituiu outro grande evento no mundo dos "Wuxias", e toda a gente queria ter o actor nas suas películas.
Durante anos, Li representou heróis lendários do folclore chinês, desde o revolucionário que luta contra a dinastia Manchu em "The Legend", passando pelo monge caído em desgraça à procura de redenção em "Tai Chi Master", até ao vingador dos chineses contra os invasores japoneses em "Fist of Legend", um "remake" de "Fist of Fury", protagonizado por Bruce Lee.
Os anos passaram com Jet Li a tornar-se numa das figuras mais proeminentes do cinema asiático, mas faltava ainda o reconhecimento mundial.
A oportunidade surgiu com "Arma Mortífera 4", a saga policial que conquistou o mundo inteiro, versando a sua estória acerca das aventuras e desventuras do duo de polícias interpretado por Mel Gibson e Danny Glover. Li neste filme interpreta pela primeira vez o papel de mau da fita. O sucesso da longa-metragem esteve distante dos seus congéneres anteriores, mas teve o condão de chamar a atenção de Hollywood para Jet Li.
"O inesquecível e brilhante papel como Sem Nome (Nameless) em Herói"
Joel Silver, o produtor de "Arma Mortífera 4" ficou impressionado com o potencial de Li em filmes de acção e convidou-o para o papel principal em "Romeu Deve Morrer", onde a outra figura de destaque era a falecida actriz e cantora Aaliyah.
Jet Li estava no mapa mundial e as coisas ainda poderiam ter melhorado se tivesse aceite o convite de Ang Lee para assumir o papel de Li Mu Bai no fabuloso épico de artes marciais "O Tigre e o Dragão". Li recusou a proposta pois tinha prometido à esposa que não trabalharia durante a gravidez desta. Li Mu Bai viria ser excelentemente desempenhado por Chow Yun Fat.
Continuando o seu périplo pelo Ocidente, Jet Li viria a co-protagonizar com a aclamada actriz Bridget Fonda o "Beijo Mortal do Dragão", lutaria contra si próprio em "Força Explosiva" e embarcaria num duelo memorável com Marca DaCascos em "Nascer para Morrer", filme onde entra igualmente o "rapper" DMX e que seria nº 1 no "box office" dos E.U.A.
Pelo meio voltaria à China, para interpretar o fabuloso papel de "Sem Nome" no maior épico de artes marciais jamais feito, "Herói" (é discutível eu sei, mas não me censurem pois simplesmente AMO o filme!!!). Apesar de a película ter estreado na China em 2002, só chegaria aos E.U.A. em 2004, pela mão da Miramax e de Quentin Tarantino, o que originou confusões no público norte-americano, pois muitos pensavam que se tratava de um novo filme deste realizador.
Li ainda viria a ter a oportunidade de contracenar com a lenda Morgan Freeman e com o conceituado Bob Hoskins em "Danny, the Dog", longa-metragem que serviria para consolidar ainda mais o estatuto do renomado actor oriental.
O último filme que protagoniza, "Fearless" de Ronny Yu (The Bride With White Hair) parece marcar um regresso às origens da carreira do actor. Obviamente que sem ter visto o filme não poderei opinar com um mínimo de certezas, no entanto pelos "trailers" que visionei e pelas crícas que li, afigura-se como uma produção com bastante nível.
Jet Li é provavelmente, a par de Jackie Chan, o actor asiático mais conhecido no Ocidente. O seu contributo para a internacionalização do cinema oriental é inquestionável.
Existe inclusive quem ponha a causa a hegemonia de Bruce Lee em detrimento de Jet Li, no tocante a quem detém o estatuto principal de herói de acção asiático.
Aqui não cabe tomar partidos, mas temos que forçosamente admitir que Li será no mínimo um rival à altura. Esta premissa ainda assume mais relevância atendendo a que Bruce Lee teve uma carreira curta, embora indiscutivelmente pródiga, quando pelo contrário Jet Li parece ter ainda alguns bons anos pela frente.
Um ícone dos nossos dias!
"Com a malograda cantora e actriz Aaliyah"
Curiosidades (Fonte: Internet Movie Database)
  • Estuda inglês com um professor privado durante 4 horas por dia;
  • Foi convidado por Ang Lee a desempenhar o papel de Li Mu Bai em "O Tigre eo Dragão", mas recusou devido à gravidez da esposa;
  • Forneceu a sua voz para o jogo de computador "Rise of Honor", para além de ter participado na criação gráfica das lutas;
  • Estava presente nas Maldivas aquando do tristemente famoso "Tsunami" de 2004, tendo-se ferido num pé. O acidente deveu-se à queda de uma peça de mobília quando agarrava na filha de 4 anos e tentava fugir para um ponto mais elevado;
  • Anunciou que "Fearless" seria o seu último filme de artes marciais, devido a pretender dedicar-se a outras vertentes tais como um documentário acerca do Budismo;
  • Representou a personagem historicamente verídica de "Huo Yan Jia" em "Fearless", assim como o discípulo deste "Chen Zhen" em "Fist of Legend".
"Um verdadeiro mestre de Wushu"


Filmes:
  1. The Shaolin Temple (1982)
  2. Shaolin Temple 2: Kids from Shaolin (1983)
  3. This is Kung Fu (1984)
  4. Born to Defend (1986)
  5. Shaolin Temple 3: Martial Arts of Shaolin (1986)
  6. Abbot Hai Teng of Shaolin (1988)
  7. Dragon Fight (1989)
  8. The Master (1989)
  9. The Kung Fu Master (1993)
  10. Era Uma Vez na China III (1993)
  11. The Last Hero in China (1993)
  12. The Tai Chi Master (1993)
  13. The Bodyguard from Beijing (1994)
  14. A Lenda do Dragão Vermelho (1994)
  15. Fist of Legend (1994)
  16. Meltdown (1995)
  17. The Enforcer (1995)
  18. Mo hin wong (1996)
  19. Black Mask (1996)
  20. Era Uma Vez na China VI (1997)
  21. Hitman (1998)
  22. Arma Mortífera IV (1998)
  23. Romeu Deve Morrer (2000)
  24. O Beijo Mortal do Dragão (2001)
  25. Força Explosiva (2001)
  26. Nascer para Morrer (2003)
  27. Danny, the Dog (2005)


Internet Movie Database (IMDb) link, Página Oficial

Observação: Dedicado ao indefectível fã de Jet Li Dr. Sérgio Freitas

15 comentários:

Joice Li disse...

Amei a "matéria" relacionada a um dos maiores ator das artes marciais, Jet Li.
Está muito bem argumentada, muito bem detalhada, despertando uma curiosidade de ir até o fim...
Nota:10...

Shinobi disse...

Cara Joice Li,

Agradeço imenso os elogios feitos ao artigo, que confesso que até me fizeram corar:)

Apareça sempre no blogue, pois é muito bem vinda!

Cumprimentos!!!

anni teichmann disse...

bom eu quero so dizer que adorei mesmo a materia sobre o maior ator de artes marciais,jet li.simplesmente adoro ele e os seus filmes sao muito bem feitos.E realmente foi muito bem detalhado ficou incrivel parabens...

Shinobi disse...

Olá anni teichman!

Só tenho a agradecer os elogios feitos ao artigo! Fico extremamente contente que tenha sido do teu agrado!
Pessoalmente acho que Jet Li é ó maior actor de sempre no domínio do cinema das artes marciais!

Apareça sempre!

Bjs!

Anónimo disse...

adorei,sou fa de carterinha,so gostaria de saber mais da sua vida pessoal.

Anónimo disse...

adorei,sou fa de carterinha,so gostaria de saber mais da sua vida pessoal.

Shinobi disse...

Presumo que se esteja a referir à vida pessoal de Jet Li. Na net, existem muita informação acerca de Jet Li. É coisa que felizmente não falta.

Cumprimentos!

Nuno Vieira disse...

Olhe senhor...é o senhor que é o Presidente da Cachorrada Maldita e o Capo da Chamorra, que vai derrubar o regime na Ponta do Sol, com uma invasão anfíbia no calhau do Canário, com pessoal escondido atrás de uma folha de couve, de foice e cabo de enchada e com uma bebedeira de vinho do Seixal que até os tropas ficam com as ventas pretas?
ABRAÇO do LUXEMBURGO

Shinobi disse...

Eh,eh,eh!

Grande abraço, amigo Nuno!

espero que esteja tudo bem pelas terras do Luxemburgo :))) !

Anónimo disse...

Parabéns pelas informações disponibilizadas. tambem sou fá do Jet. Sem dúvida alguma ele é uma lenda viva das artes marciais.

sobreira1234 disse...

Tambem sou fã do Jet. sem dúvida ele é uma lenda viva das artes amrciais. parab´nes.

Jorge Soares Aka Shinobi disse...

Muito obrigado. Tenho de actualizar esta biografia, pois o Jet Li já fez muitas coisas relevantes depois da data deste texto.

Abraço!

lily disse...

Amo me informar sobre esse ator maravilhoso que é jet li, pra mim ele é o melhor de todos, adoro o jackie chan também mas o jet na minha opnião é sem igual( deixando claro que respeito a opnião de quem prefira o jackie cada um pensa de um jeito).Acho ele um ator talentoso e um ser humano engajado que se preocupa com o proximo basta ver o seu filme ocean heaven no qual ele cobrou um dolar de cache e o restante sera pra instituições que cuidam de crianças autistas,amo ele como ator e ser humano

Jorge Soares Aka Shinobi disse...

lily, o Jet Li é uma lenda viva!

Bjs.!

zézinho disse...

jeet lee tem uns jogos gue atoro