"MY ASIAN MOVIES"マイアジアンムービース - UM BLOGUE MADEIRENSE DEDICADO AO CINEMA ASIÁTICO E AFINS!!!

terça-feira, abril 25, 2006

Asoka/Ashoka, the Great/Samrat Ashoka (2001)

Origem: Índia

Duração: 151 minutos

Realizador: Santosh Sivan

Com: Shahrukh Khan, Kareena Kapoor, Danny Denzongpa, Rahul Dev, Hrishitaa Bhatt, Gérson da Cunha, Subhashini Ali, Sooraj Balaji, Johnny Lever, Raghuvir Yadav, Suresh Menon, Ajith Kumar, Shilpa Mehta, Mithilesh Chaturvedi, Madhu.

"Asoka"

Considerações pessoais

Este é um dos tais filmes "das palmas e das cantigas made in India"! Antes de tudo tenho de confessar que não sou lá muito fã dos filmes de "Bollywood". Eu até gosto de películas dramáticas, mas aquilo é de fazer chorar e saltar as pedras da calçada! É o rapaz que namorava com a rapariga, e afinal ela é a irmã que se tinha separado dele na juventude; depois mais à frente já não é a irmã, mas sim a prima de uma rapariga que ele gostou bastante e por aí fora! Tudo acompanhado daquelas músicas que me fazem subir as paredes, só de ouvir as vozes estridentes, eh eh eh! Mas é preciso ver que não deixam de ser ilustres representantes do cinema que se faz no continente asiático merecendo, por esse motivo, um lugar aqui neste "blog".

No entanto, avanço desde já, e correndo o risco de ser extemporãneo, que Asoka foi uma agradável surpresa no bom sentido!

"Kaurwaki e o jovem principe Aryan"

Estória

Esta película conta a estória do rei Asoka que governou a India no período entre 270 e 237 A. C., tendo sido um dos grandes patronos do budismo e do jainismo, constituindo uma das personagens mais importantes da história daquele país.

Podemos discernir 3 períodos no filme.

No primeiro, Asoka é um principe fugitivo, devido à disputa pelo trono do reino de Magadha com o seu irmão mais velho que, inclusive, o tenta assassinar. Nessa altura Asoka assume o nome fictício de "Pawan" (que significa vento em hindu) e apaixona-se pela princesa Kaurwaki do reino rival de Kalinga, que se encontra igualmente a fugir de assassinos enviados por um ministro corrupto. Asoka torna-se igualmente no ídolo do principe Aryan, o jovem irmão de Kaurwaki, e legítimo herdeiro do trono de Kalinga.

Posteriormente, Asoka derrota o irmão mais velho, ascendendo desta forma ao poder, e estranhamente é aqui que começam os problemas. Perdendo o rumo a Kaurwaki, o novo rei vê-se dominado por uma sede de sangue e conquista, que o faz arrasar todos os reinos que tentam resistir, inclusive o de Kalinga, onde o clímax da tragédia ocorre.

Por fim, Asoka apercebe-se da sua tirania, para além do mal e da destruição que causou, e decide abandonar o trono, para converter-se num monge jainista.

"Os cómicos soldados de Magadha"

"Review"

Asoka é um filme indiano que podemos considerar verdadeiramente internacional, atendendo à distribuição mundial que beneficiou. Igualmente será passível de catalogação como um épico, em toda a verdadeira e real dimensão da palavra.

Apesar de um pouco extensa, é uma película bastante interessante de se seguir, não sendo monótona, e possuindo umas batalhas dignas de registo, com milhares de figurantes e cavalos, e onde estão igualmente presentes os elefantes como não podia deixar de ser.

Um tema incontornável nos filmes indianos são as "tais músicas". Sinceramente, e atendendo à extensão do filme, não são em exagero (apenas 4, graças a Deus!!!), e uma delas até achei bastante interessante e agradável, assim como a dança que a acompanhava ( podem ver o clip aqui).

"Asoka na carga da cavalaria do seu exército"

Outro aspecto em que este filme não foge à generalidade dos que provêm da India é o excessivo dramatismo. Está todo lá, com cenas em que pensamos "será que isto ainda se pode tornar pior?", e lá vem mais uma desgraça qualquer, morre mais alguém, etc. Mas até são agradáveis de se ver, e aprimoram ainda mais a emoção presente no desenrolar da estória, tornando-a mais cativante.

As interpretações são aceitáveis, constituindo condições essenciais, atendendo ao acima reportado, ser um especialista no derramamento de lágrimas e em fazer poses trágicas, para além de dominar razoavelmente bem a arte da dança.

Não ponho as mãos no fogo por esta película, no que toca a ser do agrado de todos, mas tenho que deixar bem vincado que assim como não gosto da generalidade dos filmes indianos, reconheço que este em certa medida conquistou-me.

Uma proposta interessante!

"Kaurwaki luta para defender o reino de Kalinga"



Avaliação:
Entretenimento - 7
Interpretação - 7
Argumento - 8
Guarda-roupa e adereços - 8
Banda-sonora - 6
Emotividade - 8
Mérito artístico - 8
Gosto pessoal do "M.A.M." - 7
Classificação final: 7,38








6 comentários:

Vanessa disse...

como faco para obter as musicas da trilha sinora do filme Asoka, pois e muito dificil!!!!
esse filme e maravilhoso !!!

Shinobi disse...

Cara Vanessa,

No link abaixo poderá fazer o download da banda-sonora, completamente grátis!

http://www.bollyfm.net/temp/mp3/m-a/asoka.php

Jinhos e apareça sempre!

Marina (Russa) disse...

Adoro os filmes do actor Shah Rukh Khan,entre outros.Adoro filmes indianos, e as suas musicas.È pena eu nao ter todos os filmes do Shah Rukh Khan, ADORAVA TER, mas nao sei onde procurar nem como obter esses filmes que eu tanto Adoro.Desejo tudo de bom para todos os actores e realizadores dos filmes indianos e para todos os seus fãs.Bjins

Shinobi disse...

Cara Marina,

apesar de este ser um blogue de cinema asiático, do qual obviamente faz parte o indiano, confesso-lhe que não sou muito versado nos filmes de Shah Rukh Khan, embora ache o filme Asoka razoável.
Quanto ao facto de querer ver mais filmes do mencionado actor, com certeza que se procurar lojas de venda de dvds pela internet, tais como a amazon, encontrará essas películas.

Espero que tenha gostado do blogue e que continue a aparecer!

Cumprimentos!

Takeshi disse...

Caro Jorge, assisti recentemente a este filme e também gostei. Porém o DVD lançado no Brasil pela "Califórnia Filmes" contém imagem de qualidade muito ruim e não está em widescreen. Foi o primeiro filme indiano que assisti.

Shinobi disse...

Olá Takeshi!

Eu gostei de "Asoka", mas daí eu por natureza sou um fã de épicos. Muitas pessoas desconfiam do cinema indiano, e eu próprio em tempos também era bastante reticente em relação a "Bollywood". Mas é necessário todos se convencerem de uma coisa. À semelhança de outras cinematografias, a Índia tem grandes filmes, assim como aqueles que são medianos e maus. Principalmente nos últimos anos, e por força de alguma internacionalização, o cinema de "Bollywood" tem evoluído a olhos vistos. Tenho obras aqui em casa (algumas sobre as quais já coloquei textos aqui no blog) que têm uma qualidade muito boa, sendo passíveis de serem considerados grandes filmes!

Em relação à edição portuguesa de "Asoka" parece-me que é melhor do que a que foi lançada no Brasil, embora esteja longe de ser perfeita. Abaixo segue o link:

http://www.dvdpt.com/a/asoka.php

Um abraço!