"MY ASIAN MOVIES"マイアジアンムービース - UM BLOGUE MADEIRENSE DEDICADO AO CINEMA ASIÁTICO E AFINS!!!

terça-feira, janeiro 19, 2010

“Testemunhos” de Diego Martins (“Cine Dewonny”)

Foto

O convidado desta semana é o Diego Martins, o administrador do blogue “Cine Dewonny” (para aceder, clicar na foto acima). O Diego também é uma das pessoas que já marca a sua presença aqui no “My Asian Movies” há algum tempo. O seu blogue é bastante ecléctico, não se resumindo apenas ao cinema asiático, mas igualmente dissertando sobre filmes das mais variadas cinematografias, como a de alguns países europeus e a norte-americana. Igualmente o Diego no seu espaço, explana outras iniciativas interessantes, como a de um concurso bastante elaborado e interessante, no qual vergonhosamente ainda não participei. Sendo uma pessoa bastante acessível, o nosso companheiro brasileiro destas lides, está sempre pronto a dar uma opinião acerca do tema que todos nós gostamos, o cinema nas suas várias vertentes.

Abaixo fica o resultado da entrevista.

“My Asian Movies”: O que achas que distingue genericamente a cinematografia oriental das demais?

Diego Martins : Depende muito, cada diretor tem uma visão diferenciada, mas o que mais diferencia as produções orientais das demais é a realidade social - bem diferente da nossa por exemplo - em especial quando retratam relacionamentos. Ocidentais falam do amor de forma aberta, já asiáticos sofrem por isso e nem sempre relatam o que sentem - em especial as mulheres, que nesses filmes são meio que submissas. Outro fator que acho importante é a grande capacidade de criatividade que os asiáticos tem na elaboração de suas histórias, já tive o prazer de assistir diversos filmes com temáticas e histórias muito surpreendentes, na qual nunca vi nada parecido a nível de Hollywood por exemplo, o que torna o cinema oriental ainda mais especial e fundamental na nossa vida, pelo menos na minha, na qual sou grande admirador!

“M.A.M.”: O que te fascina mais neste tipo de cinema?

D.M. : A cultura oriental, que acho particularmente muito interessante, e ver ela sendo retratada no cinema é melhor ainda, e também é claro, a beleza da mulher oriental, as asiáticas são donas de uma beleza ímpar, impressionante como são lindas!

“M.A.M.”: Tens ideia de qual o primeiro filme oriental que visionaste?

D.M. : Acho que algum do Jackie Chan, não tenho certeza!

“M.A.M.”: Qual o país que achas, regra geral, põe cá para fora as melhores obras? No fundo, a tua cinematografia oriental favorita?

D.M. : Filmes chineses e japoneses são os que mais acompanho nos últimos 10 anos, mas ultimamente também ando apreciando muito o cinema coreano, tailândes e indiano!

“M.A.M.”: E já agora, qual o género com o qual te identificas mais? És mais virado (a) para o drama, épico, wuxia, “Gun-fu”...

D.M. : Filmes de artes marciais, sou fissurado e fanático por esse gênero, meu favorito!

“M.A.M.”: Uma tentativa de top 5 de filmes asiáticos?

D.M. : Muito difícil dizer apenas 5, mas lá vai sem pensar muito:

1- O Mestre Invencível 2 (Drunken Master 2). 1994. De Liu Chia-Liang.

2- Lutar ou Morrer. (Fist of Legend). 1994. De Gordon Chan.

3- O Clã das Adagas Voadoras. (House of Flying Daggers). 2004. De Yimou Zhang.

4- O Tigre e o Dragão. (Crouching Tiger, Hidden Dragon). 2000. De Ang Lee.

5- Os Sete Samurais. (Seven Samurai). 1954. De Akira Kurosawa.

“M.A.M.”: Realizador asiático preferido?

D.M. : No momento = Zhang Yimou!

“M.A.M.”: Já agora, actor e actriz?

D.M. : Preciso dizer 2 de cada:

Jackie Chan e Jet Li!

Gong Li e Zhang Ziyi!

“M.A.M.”: Um filme oriental sobrevalorizado e outro subvalorizado?

D.M. : Sobrevalorizado = "Herói" ("Hero" de Zhang Yimou), a crítica adorou, eu adorei, mas conheço pessoas que não gostaram tanto assim!

Subvalorizado = "Batalha Real" ("Battle Royale" de Kinji Fukasaku), a crítica especializada detestou, eu adorei!

“M.A.M.”: A difusão do cinema oriental está bem no teu país, ou ainda há muito para fazer?

D.M. : Está horrível, rídicula e lamentável, no cinema não passa nada, são poucos os que chegam até nós, salve raras excessões para filmes de Ang Lee e Zhang Yimou, e só, no mercado de dvd raramente é lançado algum, que pouca gente irá assistir, portanto, só resta as opções de conseguir os filmes de maneira não oficial, pela internet é um caso de bastante utilidade!

“M.A.M.”: Que conselho darias a quem tem curiosidade em conhecer o cinema oriental, mas sente-se algo reticente?

D.M. : Que descubra o quanto antes, a cinematografia oriental é maravilhosa e fascinante, não perca mais tempo e aprofunde seus horizontes!

3 comentários:

Ibirá Machado disse...

"não perca mais tempo e aprofunde seus horizontes!". Faço coro!

Putz, e se eu tenho que escolher um realizador do extremo oriente, escolho Zhang Yimou, sem pensar duas vezes.

barbie-o disse...

Adorei a honestidade ao dizer que as asiáticas lindas sáo um bom motivo para ver os filmes :D

Jorge Soares Aka Shinobi disse...

Assino por baixo :D !