"MY ASIAN MOVIES"マイアジアンムービース - UM BLOGUE MADEIRENSE DEDICADO AO CINEMA ASIÁTICO E AFINS!!!

terça-feira, abril 25, 2006

O Segredo dos Punhais Voadores/House of Flying Daggers/Shi mian mai fu (2004)
Origem: China/Hong Kong
Duração: 114 minutos
Realizador: Zhang Yimou
Com: Takeshi Kaneshiro, Andy Lau, Zhang Ziyi, Dandan Song


"A fantástica dança dos tambores"
Estória
Os últimos anos da dinastia Tang são marcados pela crescente corrupção no governo da China, e a população anda descontente. Várias organizações rebeldes começam a emergir com o intuito de derrubar os governantes corruptos. A mais conhecida e temida dá pelo nome do "Clã dos Punhais Voadores", chamada assim devido ao peculiar punhal que usam como arma.

"O Clã dos Punhais Voadores"
Os agentes estaduais "Jin" e "Lao" conseguem matar o líder da organização secreta, e agora pretendem assassinar ou prender os restantes membros, mas a tarefa resulta árdua. Após investigações, a pista para a resolução do desiderato dos polícias vai dar a "Mei", uma rapariga cega que trabalha num bordel local.
Após algumas peripécias, "Mei" é presa e "Lao" e "Jin" armam um embuste, que passa por este último resgatar a jovem da cadeia, com o intuito dela conduzi-lo ao covil dos "Punhais Voadores". "Jin" assim o faz, mas à medida que a fuga se prolonga, não consegue evitar começar a sentir-se atraído por "Mei".
A partir daqui o enredo transforma-se numa estória de amor, devoção e traição.

"A beleza estonteante de Mei"

"Review"

"O Segredo dos Punhais Voadores" é a segunda incursão de Zhang Yimou no género "Wuxia Pien", depois da aclamação recebida em "Herói". O resultado é francamente bom, embora esteja uns furos abaixo do primeiro trabalho.

A fotografia permanece um verdadeiro espanto, assim como o guarda-roupa, Já é uma imagem de marca destes filmes em geral, e dos de Yimou em particular.

Zhang Ziyi continua a deslumbrar e a tornar-se cada vez mais numa actriz consagrada, apesar da sua relativa juventude. Podemos apreciar agora o seu trabalho em "Memórias de uma Gueixa", filme com uma produção verdadeiramente internacional. A cena da dança dos tambores, protagonizada por esta actriz, é de uma beleza indescritível, de suspirar e querer mais, e ficará com certeza durante bastante tempo, na memória de todos os que tiveram a oportunidade, ou melhor, a felicidade de a vislumbrar.

Takeshi Kaneshiro efectua uma representação muito credível, e a sua passagem de agente do governo numa missão que não admite falhas, para o amante que é ao mesmo tempo um protector é honesta e bem intencionada.

O ícone de Hong Kong, Andy Lau, dá corpo a uma personagem envolta numa aura obscura e sinistra, que posteriormente revela as suas fraquezas emocionais, num "acting" muito bem conseguido.

"Mei e Jin"

Como "Wuxia" que é, torna-se incontornável dissertar acerca das cenas de luta presentes em "O Segredo dos Punhais Voadores". Neste particular, como em outros, este filme é inferior a "Herói". No entanto há que reconhecer que a sequência da floresta de bambú, embora não me tenha convencido na primeira impressão, é das melhores cenas de acção jamais filmadas em películas deste género.

O grande problema do filme é sem dúvida o seu final. Embora deveras emocionante, com alguns exageros admita-se, é demasiado focado nas 3 personagens principais e deixa-nos a certa altura completamente "à nora" quanto à organização da qual a película retirou o seu nome. Fiquei bastante desgostoso com a cena em que se observa os soldados a penetrar na floresta que abriga o covil do clã e...

Quem visiona o "Segredo dos Punhais Voadores" tem que se preparar para o seguinte: o clã embora seja uma parte importante do enredo, acaba por não ser mais que um ilustre acessório a uma maravilhosa estória de amor. Quanto a mim, e com todo o respeito, Yimou falhou neste aspecto e perdeu a oportunidade de realizar um filme ao nível de "O Tigre e o Dragão" e "Herói". Em virtude disto "faltou-lhe um bocadinho assim".

É minha opinião que aqueles que não costumam ver cinema oriental, irão gostar mais de "O Segredo dos Punhais Voadores" do que "Herói". Esta afirmação foi por mim comprovada nas salas de cinema do "Madeira Shopping", um grande centro comercial que existe aqui no Funchal. Desloquei-me a esta estrutura comercial para ver tanto "Herói", como "O Segredo dos Punhais Voadores", obviamente em alturas distintas, atendendo a que os filmes não são contemporãneos. Constatei o seguinte:

Em "Herói" houve pessoas que adoraram o filme, outras entraram numa onda completamente básica que passava por criticar e rir à gargalhada, impedindo com a sua má educação que o restante público pudesse desfrutar e apreciar a película como deve ser. As mais elementares regras da convivência social ensinam que "quem não gosta, não estraga!". E logo "Herói" que é um filme que requer uma certa atenção, por forma a percebermos a sua mensagem. Continuo a dizer que há gente que devia de ser proibida de entrar em certos lugares públicos, incluindo as salas de cinema...

Já em "O Segredo dos Punhais Voadores", a opinião foi mais consensual em sentido positivo. Lembro-me, com um certo agrado, que até lá estavam os pais de um grande amigo meu, sendo do meu conhecimento pessoal que o gosto cinematográfico daquelas pessoas passa mais por filmes tipo "Casablanca" e afins, e no final da exibição estavam francamente satisfeitos. Inclusive, no meu local de trabalho, conhecedores do meu gosto cinematográfico, disseram-me que simplesmente tinham adorado esta longa-metragem.

Quanto a mim, e enquanto apreciador do género, o "Segredo dos Punhais Voadores" está no meu top 10 no que respeita a cinema asiático, mas mantenho a minha convicção que se encontra uns furos abaixo tanto de "Herói" como do "Tigre e do Dragão". No entanto sou forçado a admitir que o enredo é mais atractivo para o público ocidental.

A ver para sentir a sua grande beleza! Tem um cantinho muito especial na minha "DVDteca!

"O violento combate entre Lao e Jin"

Trailer, The Internet Movie Database (IMDb) link
Outras críticas em português: Cinedie Asia, Cinerama, Gonn 1000, Cineasia

Avaliação:


Entretenimento - 9
Interpretação - 8
Argumento - 7
Guarda-roupa e adereços - 9
Banda-sonora - 9
Emotividade - 10
Mérito artístico - 9
Gosto pessoal do "M.A.M." - 9
Classificação final: 8,75

4 comentários:

Takeshi disse...

Demorou para eu comentar.

Mas considero esta obra wushia de Yimou superior ao "Hero", que geralmente é bem mais comentado e lembrado (inclusive por você).

O elenco formado por Andy Lau, Takeshiro e Zhang Ziyi está ótimo e as coreografias de Tony Ching Siu Tung estão bem melhores que o anterior "Hero".

No Brasil foi lançado diretamente nos cinemas como "O clã das adagas voadoras" e o DVD não ficou ruim.

Jorge Soares Aka Shinobi disse...

Olá, Takeshi!

Eu adoro o "Segredo dos Punhais Voadores" (nome que teve em Portugal). É sem dúvida um dos melhores wuxia que já vi. Agora, "Hero" está à parte. Uma obra de outro mundo :)))) !

Abraço!

César disse...

Para mí, esta es la mejor película de todos los tiempos. Es bellísima.

Jorge Soares Aka Shinobi disse...

Para mim é um dos melhores filmes asiáticos, sem margem para qualquer dúvida!

Abraço!