"MY ASIAN MOVIES"マイアジアンムービース - UM BLOGUE MADEIRENSE DEDICADO AO CINEMA ASIÁTICO E AFINS!!!

quinta-feira, março 27, 2008

Realizador Asiático Preferido - Votação

Apresento-vos mais um realizador asiático que está sujeito ao vosso escrutínio, no quadro de votações mais abaixo à direita. Não custa relembrar que podem escolher mais do que uma opção, antes de clicarem e submeterem o(s) vosso(s) voto(s). Igualmente podem sugerir outros nomes para serem postos a votação.
Yasujiro Ozu
Filmografia (caso exista alguma crítica, o título estará assinalado a cor vermelha. Para aceder ao texto, basta clicar):
  1. Sword of Penitence (1927)
  2. Dreams of Youth (1928)
  3. Wife Lost (1928)
  4. Pumpkin (1928)
  5. A Couple on the Move (1928)
  6. Body Beautiful (1928)
  7. Treasure Mountain (1929)
  8. The Life of an Office Worker (1929)
  9. Days of Youth (1929)
  10. Fighting Friends (1929)
  11. I Graduated But...(1929)
  12. A Straightforward Boy (1929)
  13. That Night's Wife (1930)
  14. Introduction to Marriage (1930)
  15. Walk Cheerfully (1930)
  16. I Flunked But...(1930)
  17. The Revengeful Spirit of Eros (1930)
  18. Lost Luck (1930)
  19. Young Miss (1930)
  20. The Lady and Her Favorite (1931)
  21. Beauty Sorrow's (1931)
  22. Tokyo Chorus (1931)
  23. Spring Comes From the Ladies (1932)
  24. Children of Tokyo (1932)
  25. Where Are the Dreams of Youth (1932)
  26. Until the Day We Meet Again (1932)
  27. Woman of Tokyo (1933)
  28. Dragnet Girl (1933)
  29. Passing Fancy (1933)
  30. A Mother Should Be Loved (1934)
  31. A Story of Floating Weeds (1934)
  32. An Inocent Maid (1935)
  33. An Inn in Tokyo (1935)
  34. Kagamijishi (1936)
  35. College Is a Nice Place (1936)
  36. The Only Son (1936)
  37. What Did the Lady Forget ? (1937)
  38. The Brithers and Sisters of the Toda Family (1941)
  39. There Was a Father (1942)
  40. The Record of a Tenement Gentleman (1947)
  41. A Hen in the Wind (1948)
  42. Late Spring (1949)
  43. The Munekata Sisters (1950)
  44. Early Summer (1951)
  45. Flavor of Green Tea Over Rice (1952)
  46. Tokyo Story (1953)
  47. Early Spring (1956)
  48. Tokyo Twilight (1957)
  49. Equinox Flower (1958)
  50. Good Morning (1959)
  51. Drifting Weeds (1959)
  52. Late Autumn (1960)
  53. The End of Summer (1961)
  54. An Autumn Afternoon (1962)


9 comentários:

Nuno disse...

Caro Jorge,

Um realizador pelo qual me apaixonei muito recentemente com a aquisição dos 6 filmes editados em Portugal, exactamente como Kenji Mizoguchi . Tenho pena de só ter visto 6 filmes de uma de 54... mas deu para ficar apaixonado. Nas votações, aternei Ozu com Mizoguchi.

Abraço

Shinobi disse...

Amigo Nuno,

Ozu e Mizoguchi, conjuntamente com Kurosawa, quase que constituem uma santa trindade do cinema japonês. Infelizmente, ainda vi menos filmes de Ozu, do que tu. Isto explica-se em parte, por ter preferência pelo cinema asiático mais contemporâneo.

Em relação às votações, para mim é um mistério como é que Ozu e Mizoguchi têm tãopoucos votos. Mas daí, o povo é soberano...

Abraço!

blueminerva disse...

Caro Shinobi,
O Sr. dos mares ligou-me e às tantas acabei por ter um desabafo assim... aparvalhado. É só para que saibas que estou a atravessar uma fase particularmente idiota. Muito idiota mesmo.
Um abraço

Shinobi disse...

Cara blueminerva,

telefonei para o Sr. dos Mares e ele já me explicou o que se passava.
O desabafo não foi aparvalhado. Pelo contrário foi legítimo e natural :)!

Mesmo assim arriscarei ;).

Beijinho!

osátiro disse...

Ficar a conhecer a cultura oriental é sempre agradável...e "cultivador"

Su disse...

depis de todas estas dicas
adoro:

Ozu
Mizoguchi
Kurosawa


...confesso..............olhei para os vossos "comentos"

jocas maradas

Shinobi disse...

Caro sátiro,

Espero que este blogue tenha sido do seu agrado, e que contribua para lhe facultar mais algum conhecimento em relação à cultura orienta, em especial o cinema.

Abraço!

Amiga Su,

se optares por esses 3 realizadores, podemos dizer que fizeste uma excelente escolha :) !

Beijinho!

Miguel disse...

Querendo ser só um pouco mais rigoroso:

Os três mestres clássicos:
-Kenji Mizoguchi
-Yasujiro Ozu
-Mikio Naruse

Os "quatro mosqueteiros":
-Akira Kurosawa
-Kon Ichikawa
-Masaki Kobayashi
-Keisuke Kinoshita

Embora possa estar a cair nos "fait-divers" cronológicos da mesquinhice crítica, os três mestres clássicos japoneses (porque passaram do mudo, para o sonoro e para a cor)são, efectivamente, Mizoguchi, Naruse e Ozu (o meu favorito). Já no que concerne aos "quatro mosqueteiros", a seguinte geração "clássica", começou a fazer filmes no princípio dos 40, e portanto já com o sonoro instituido.

Quanto a Ozu, na minha opinião, o mestre dos mestres, é de realçar a sua evolução ao longo da sua filmografia. A fase final de Ozu - poder-se-ia dizer ter começado com Late Sring (1949) - é o amadurecimento de todo o carácter rotineiro, fugaz e zen de uma estética compreendida num estaticismo perene entre o lado social e o intimista.
De realçar a sua musa, Setsuko Hara, que quanto a mim é a melhor actriz japonesa de sempre.

Meus 3 filmes favoritos:
- Tokyo Story (1953)
- Late Spring (1949)
- Early Spring (1951)

Shinobi disse...

Olá Miguel!

Fica aqui expresso a importante achega que deste para compreendermos melhor o cinema japonês mais clássico e a sua evolução!

A expressão "santa trindade" foi usada no sentido de Ozu, conjuntamente com Mizoguchi e Kurosawa, serem os realizadores japoneses que dirão mais às pessoas em geral (o mesmo será dizer, os mais conhecidos e famosos). Não tem nada a ver com o mérito ou importância deles e de outros, no panorama cinematográfico japonês, asiático e indiscutivelmente mundial.

Obrigado pelos esclarecimentos, que só valorizam ainda mais este espaço.

Abraço!